Como reduzir a inadimplência? Sem dúvida esta é a pergunta que não quer calar. Todos nós gostaríamos de uma resposta definitiva. 

Fala-se em inadimplência quando um consumidor deixa de cumprir suas responsabilidades financeiras com a empresa. Após adquirir um produto ou serviço, geralmente no crediário ou parcelado no cartão, o cliente não paga sua dívida na data estipulada pelo vendedor. 

Sendo assim, além de levar prejuízos ao estabelecimento, a pessoa pode ter seu nome listado no Serasa ou SPC, ficando impedida de pegar novos créditos, o que tende a levar a um ciclo vicioso. 

Segundo dados da Serasa Experian, 63 milhões de brasileiros estão em estado de dívida, sendo este o maior número dos últimos tempos. Estima-se que cerca de 40,3% da população do país seja inadimplente, com um aumento de 2 milhões de pessoas entre 2018 e 2019.

Existem muitos motivos para este cenário caótico, nem sempre o cliente é simplesmente inimigo do seu negócio, muitas vezes a situação dele também não é nada favorável. A realidade de crise financeira do país, os altíssimos impostos e o desemprego com certeza merecem ser citados aqui. 

Preparamos algumas dicas para você que deseja sobreviver intacto a isso tudo. 

Controle da Inadimplência

Como Reduzir a Inadimplência

Vamos partir de uma análise da sua realidade, do seu negócio e dos seus clientes. Qual a taxa de inadimplência? Sempre foi assim? O que mudou? Como você tem lidado com seus devedores? 

Preparamos algumas dicas práticas para você começar a implementar agora mesmo. 

Algumas estratégias simples podem fazer uma grande diferença, é preciso adaptar o seu negócio a essa realidade conturbada. Não fazer parte dela, mas está pronto para lidar com a mesma. 

Mantenha um bom relacionamento com o cliente

Manter uma comunicação de qualidade com o seu cliente é o primeiro passo. A sua presença constante não só estimulará o reconhecimento de marca, como também será uma boa forma de não deixá-lo esquecer da dívida de um negócio anterior. 

Compreenda também o lado do consumidor, e desenvolva um espaço onde você possa explicar a ele como a inadimplência pode impactar a empresa. Uma boa conversa pode facilitar para os dois lados. 

Para isso, escolha uma forma para manter essa relação, e-mail ou SMS são boas opções, mas as ligações telefônicas também estão de pé. 

Seja cortês e demonstre empatia, principalmente por ser isso que deseja receber de volta. 

Saiba diferenciar bons e maus pagadores 

Como reduzir a inadimplência se você continua vendendo para maus pagadores? Ter informações sobre o seu cliente é imprescindível. Se o indivíduo tem um histórico ruim ou mesmo já tem o nome listado no Procon, certamente é um mau sinal. 

Aproveite para fugir dessas pessoas e investir o seu tempo em consumidores que cumprem seu compromisso com a empresa.  

É claro que se a pessoa atrasou uma única vez porque teve algum problema específico, não justifica colocá-la na lista negra. Dedique tempo à pesquisas, assim saberá o que fazer. 

Ofereça benefícios para quem pagar em dia

Cada um com o tratamento que merece. Oferecer vantagens para quem paga em dia é uma ótima forma de controlar a inadimplência, pois estimula bons pagadores. 

Mas, que tipo de benefícios? 

Um desconto, um bônus na próxima compra ou mesmo um cupom fidelidade. O incentivo atrai e conquista o cliente, estimulando-o a manter o bom comportamento. 

Não espere para entrar em contato com o devedor

Acredite, quanto mais recente a dívida, maior a chance de ela ser paga. Portanto, cobre cedo. Organize suas vendas e tenha um relatório atualizado à disposição. 

Um dia de atraso já é suficiente. Ninguém precisa passar muito tempo na lista de inadimplência para ser amigavelmente contatado. 

Conte com um bom sistema de gestão

Sim, a tecnologia pode cooperar para redução da inadimplência. Ter um sistema de gestão pode te ajudar a manter-se sempre informado sobre a situação do cliente, sua relação com a empresa e suas compras. Além disso, o software cria relatórios interativos e atualizados que facilitam a análise de dados. 

Conhecer melhor sua clientela e sua empresa faz a diferença. Sem falar na conciliação bancária, que te permite antecipar atrasos e estar preparado para lidar com eles, mantendo seus pagamentos em dia. 

O aEmpresaERP é o sistema de gestão mais completo do país. Você pode testá-lo gratuitamente agora mesmo. Clique aqui. 

Recorra à Justiça

Se não teve jeito, você já tentou de tudo, entrou em contato com cliente mais de uma vez, cobrando-o conforme o CDC, e não obteve resposta. É hora de procurar ajuda especializada. 

Não importa se o seu negócio é online ou local, você pode ser amparado legalmente, faça valer os seus direitos.

Vale ressaltar a importância de guardar toda a documentação, resguardando a empresa e comprovando o débito por parte do consumidor. 

Como cobrar clientes inadimplentes 

Não podíamos falar sobre como reduzir a inadimplência sem te dar algumas dicas de como cobrar seus devedores. 

Para começar, lembre-se de cobrar o mais cedo possível, quanto maior o atraso, menor a chance de quitação. 

Em hipótese alguma constranja o seu cliente, mas seja educado e respeitoso. Notifique com cautela, sem ameaças e não exponha a situação a terceiros. 

Prefira abordagens menos invasivas, que não constranjam o seu cliente. WhatsApp ou e-mail são ótimas opções. 

Comece a trabalhar nessas dicas agora mesmo! Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários, faremos questão de te ajudar. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here